Sábado, 21 de Agosto de 2010

As obsessões de Nicolau Santos

Nicolau Santos tem duas obsessões, às quais dedica grande parte do seu tempo: a Ongoing e o Diário Económico. Não há semana em que o director-adjunto do Expresso não dedique a sua atenção à Ongoing ou a notícias do jornal do qual sou director. Regressou de férias, regressaram as suas obsessões. As opiniões, mesmo as mais disparatadas, são livres e, sobre essas, não perco tempo. Não Já não posso fazer o mesmo quando Nicolau Santos faz acusações maldosas e canalhas, mesmo, sobre as notícias publicadas no Económico. Em causa está uma notícia que o director-adjunto do Expresso entende que não deveria ter sido publicada, assinada por mim, que dá eco do desagrado de accionistas da PT sobre uma entrevista de Zeinal Bava à revista Veja. Em primeiro lugar, não lhe reconheço competências nem autoridade moral para me dizer o que deve e não deve ser notícia. Mesmo assim, como as acusações são graves, não podem passar em claro.

 

Respondo pelo Diário Económico. Não são as opiniões de Nicolau Santos nem de ninguém que limitarão as decisões legítimas da direcçção do Diário Económico de publicar noticias sobre a PT, sejam elas incómodas para quem quer que sejam. Ou Nicolau Santos entende que o Diário Económico só deveria publicar os press releases divulgados pela direcção de comunicação da PT? A notícia em causa tinha fontes, não identificadas, como tantas que o senhor director-adjunto do Expresso já escreveu. São menos notícia? Os comunicados dos accionistas de referência portugueses que se seguiram à notícia só atestam a sua veracidade, porque, caso contrário, não se teriam dado a tanto trabalho, em pleno Agosto e com o país a banhos. É verdade, os que estiveram na origem da notícia, e sabem-no, preferiram depois não levar esse desagrado até ao fim, assumindo publicamente o que assumiram em privado. Devo acrescentar, aos meus leitores, que ponderei revelar as fontes que estiveram na origem da notícia.

 

Uma última nota para (mais uma) canalhice: pergunta se o Diário Económico escreveria o que escreveu se o Etv estivesse na plataforma Meo? O Etv é um projecto único e inovador no mercado português, já recebeu nos seus estúdios Henrique Granadeiro e Zeinal Bava e continuará a recebe-los se se justificar editorialmente e se os próprios quiserem. E talvez não saiba, mas digo-lhe que o futuro do Diário Económico e do Etv não dependem das decisões de investimento comercial ou outras da PT e da sua gestão. E talvez não saiba, mas o Etv está na Zon e, a partir de Setembro, na Vodafone e no Optimus Clix, insuspeitos de serem amigos ou aliados da Ongoing, obviamente pela qualidade do projecto e da marca Económico.  O Etv não está no Meo porque a PT entende que não deve ter este canal na sua oferta televisiva, está obviamente no seu direito e não é essa opção que condiciona ou vai condicionar as notícias, positivas ou negativas, do Económico sobre a PT.

publicado por concorrenciaperfeita às 21:28
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De Filomena Bastos a 23 de Agosto de 2010 às 15:40
Também tenho vindo a reparar que o Nicolau Santos mostra tudo menos imparcialidade. E se ele o critica, lendo bem o artigo do expresso conclui-se que faz precisamente o mesmo. Não compreendo!


De Joel Lira a 23 de Agosto de 2010 às 16:26
É inacreditável como surgem uns a falar mal de outros, quando as suas posições são exactamente as mesmas. Estou consigo António Costas, não podemos admitir que haja alminhas imparciais a fazer joguinhos


De Henrique Silva a 23 de Agosto de 2010 às 18:03
Caro António Costa, também li a crónica venenosa do sr Nicolau Santos no Expresso e fiquei esclarecido quanto à imparcialidade do director-adjunto desse semanário. Outra das obsessões desse senhor é defender a PT com unhas e dentes. Além de me parecer absurdo que se a Ongoing quisesse fazer uma guerra com a PT usasse (e isto já é insultar a seriedade dos profissionais do DE) o jornal que controla para o fazer. Isso é que me parece absurdo e concordo consigo quando diz que a prova da insatisfação dos accionistas está na forma célere como reagiram à notícia que publicou. Lembro-me que nesse dia choviam desmentidos de todo o lado. Digo já que leio tanto o DE como o Expresso e não vou deixar de ler nenhum porque aprecio a liberdade de opinião, mas que o artigo deste sábado no expresso era canalha era e por isso tem o meu apoio nesta querela.


De Joāo Tomé a 23 de Agosto de 2010 às 22:00
Este homem do laço sempre me pareceu um bocado estranho...não é que estes senhores da Ongoing sejam alguns santinhos, mas não consigo gostar de um homem que se prostitui ao patrão Balsemão como só ele é capaz. E a independência, de que tanto ele fala, onde é que fica?


De Ana Maria Stillwell a 23 de Agosto de 2010 às 22:04
O Nicolau, sempre me pareceu um jornalista sério, mas ultimamente é sempre mais do mesmo, já parece birrinha de criança, não há mais nada sobre o que escrever?


De Yevgeny Morais a 23 de Agosto de 2010 às 22:08
As verdades são para ser ditas, o que não se sabe é que este Nicolau é financiado pelos homens da PT para bater na Ongoing, ou vocês são todos ingénuos?


De Fernando Santos Antero a 23 de Agosto de 2010 às 22:13
Ó Nicolau, onde é que tu estavas no 25 de Abril? Andas a fazer favores, Nicolau, Nicolau...


De Joaquim Almeida Cristóvāo a 23 de Agosto de 2010 às 22:18
Esta questão com a Ongoing é patrocinada pelo Sr. Balsemão que nunca perdoou a tomada de assalto à Impresa.


De Anónimo a 24 de Agosto de 2010 às 12:55
É curioso como o Nicolau Santos passou a embirrar com a Ongoing depois de esta empresa ter entrada em conflito com Balsemão. O homem do lacinho arroga-se muito independente mas conhece a voz do dono. Essa é que é essa.


De Nuno Pinto de Sousa a 25 de Agosto de 2010 às 01:29
Não sou jornalista, nem gestor de nenhuma das empresas envolvidas ou mencionadas nestes artigos. Leio com frequência o jornal "Diario Economico, que é dos meus preferidos e com especial atenção sempre os editoriais e por isso permita-me que coloque a questão, será este um espaço de troca de gardalhetes entre colegas de profissão e jornalistas? Será este o espaço para acusações e envio de 'mensagens' ou recados?


Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16

24
25
27
28
29

30
31


posts recentes

Salgado recupera a espera...

A política destrói valor

Porque é que Cravinho ass...

Em inglês não soa melhor

A palavra de Cavaco

Uma mão cheia de nada

Acordo para uma saída cre...

Carta aberta ao 71º subsc...

O plano P, de Parlamento

Um acto falhado

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

blogs SAPO

subscrever feeds